Meu provedor está prestes a falir?

Compartilhe:

Está no mercado de provedores de internet e deseja evitar que sua empresa venha a falir? Então você abriu o artigo certo!

Em um ambiente tão concorrido é comum que empresários adotem práticas que podem acabar colocando o provedor em um ciclo que o leva à falência. 

Sendo assim, falaremos hoje sobre quais são essas atitudes e como evitar a falência do seu provedor.

Início do processo

Priorizar somente a regularização é um erro comum que pode ser confundido com algo saudável. 

Antes de tudo, deve-se estudar por completo a tecnologia escolhida e como de fato implementá-la. 

Portanto, investir em profissionalização, recursos materiais e atualização é essencial para dar esse passo. 

Após o levantamento desse dado, verifique também se o capital de investimento disponível é suficiente para o projeto. 

Caso seja necessário, invista em uma consultoria especializada em projetos de desenho de redes. 

Após verificar todos esses pontos e ter certeza sobre a viabilidade do projeto, dê início ao processo burocrático.

Implementação

Após o estudo e compra dos equipamentos chegou a hora de contratar a equipe técnica, administrativa e de vendas. E a partir desse momento se inicia o lançamento de cabos e a construção da rede óptica. 

Entretanto, no calor do momento muitos gestores se esquecem de um dos passos mais importantes para construir uma base sólida de clientes: o marketing. 

Isso porque é através dele que se dá o estudo efetivo do cenário no qual o provedor se encontra. 

Somente quando se entende a real necessidade do público alvo é possível vender o serviço ideal e da maneira correta.

Quando esse estudo não é realizado de maneira efetiva e os clientes não chegam, geralmente se instala um desespero, e é aí que se encontra o risco.

Primeiramente, como consequência da falta de estudo dos clientes em potencial, há desperdício de recursos. 

Isso, porque além da possibilidade de faltar pontos de atendimento a médio e longo prazo, eles também podem acabar sobrando em alguns pontos.

Sem esse cálculo, o projeto de rede é prejudicado, uma vez que é necessário determinar o número de passivos com a maior precisão possível.

E se você que já está no ramo, cometeu esses erros, aliados ao investimento em marketing apenas quando a situação está crítica, você está no ciclo da falência.

Portanto, inventar promoções malucas quando o desespero bater não é saudável para a estabilidade da empresa. Lembre-se, você quer e precisa de uma base sólida de clientes. 

Se você não investe em atender as reais necessidades do público, não posiciona sua marca e não interage através das redes sociais, dificilmente irá fidelizá-lo.

Como impedir seu provedor de falir

Infelizmente, de nada adianta investir nas melhores tecnologias, infraestrutura ou ter preços super baixos. 

Para sobreviver, o seu provedor precisa de clientes fidelizados.  

Portanto,para solucionar a questão é necessário estudar formas de relacionamento com o cliente e por quais canais elas acontecerão. 

Além disso, é muito importante ter presença nos ambientes online e offline. 

Como dito anteriormente, crie uma Persona de seus clientes utilizando técnicas de Marketing a fim de oferecer o que realmente faz a diferença.

Assim, você sai do ciclo da falência e reposiciona o seu provedor rumo ao sucesso.

Gostou do artigo? Deixe sua opinião abaixo e para mais dicas sobre gestão, clique aqui.

...