OTDR: o que você precisa saber antes de ter um

Compartilhe:

Se você quer garantir que a rede FTTH do seu provedor de internet funcione corretamente, a melhor maneira é adquirindo um OTDR. Ele é um reflectômetro óptico no domínio do tempo, que proporciona a avaliação de desempenho de novos enlaces de fibra e detecção de problemas nos links existentes. Além da realização da verificação de uma rede que precisa ser validada, ele também detecta rompimentos no cabo óptico.

Tudo isso um panorama geral sobre a transmissão da fibra óptica, adicionando o fator de mapeamento de perda do enlace em relação a distância.
Tantas funcionalidades são realmente muito úteis, mas será que você já sabe tudo sobre um OTDR? Quais fatores considerar para utilizá-lo em sua rede e quais são os tipos de equipamentos e tecnologias disponíveis no mercado atual? Se você ainda tem dúvidas sobre as características de um OTDR não se preocupe, porque a axGlobal preparou este artigo para que você saiba tudo sobre esse equipamento!

O que você precisa saber antes de adquirir um OTDR

Cuidado com o OTDR P2P

Como a maioria dos provedores que possuem redes ópticas utilizam a tecnologia FTTx, o
recomendado é que não se utilize o OTDR 2P2. Esse tipo de equipamento realiza análises apenas de um ponto a outro, o que só dificulta a atividade do técnico.
Não é recomendado que em uma rede PON, o técnico vá de caixa em caixa, retire o splitter e meça cada trecho. Essa prática exigirá diversas configurações adicionais para a medição da rede completa.

Distância não é tudo

Apesar de parecer a característica mais importante para otimizar a medição da fibra, a distância não deve ser primordial para a escolha de um OTDR.
Isso acontece porque há vários outros parâmetros muito importantes para determinar o aparelho mais adequado à rede. Portanto, avalie sim a distância oferecida pelos modelos, mas não a utilize como ponto chave para a escolha.

O melhor OTDR é o com Fibra Ativa

Esse tipo de equipamento é o mais indicado, especialmente para provedores de pequeno porte. Um OTDR de fibra apagada, exige que a porta PON do trecho analisado seja desligada, gerando transtornos aos usuários.
Para que isso não aconteça, é preciso fazer as análises necessárias sem interromper o serviço.

Considere o Range Dinâmico

O range dinâmico nada mais é do que a potência de um OTDR, e quanto maior ela for, maior sua capacidade de medição. A potência mínima recomendada é de 36dB, pois uma inferior não possui capacidade para
medir redes com uma splittagem de 64 ou 128 assinantes por porta PON.

O painel é importante

A maneira como o painel demonstra os resultados pode parecer irrelevante em um primeiro momento, mas a longo prazo essa funcionalidade faz diferença. Imagine se os resultados mostrados necessitem de certo esforço para serem interpretados, dificultando ainda mais a vida do técnico.
Sendo assim, uma demonstração simplificada, como em gráficos ou diagrama de blocos, com identificação rápida de todos os splitters e eventos é a melhor escolha.

Sem dúvidas, o OTDR é um equipamento essencial para manter uma rede óptica em pleno funcionamento. Agora que você já sabe quais pontos são mais relevantes na hora de fazer sua escolha, seu provedor fará um investimento mais seguro e eficiente.
E agora que você já conferiu todos os detalhes que precisa saber, pode adquirir o seu OTDR com segurança. A axGlobal possui os melhores equipamentos do mercado, não deixe de conferir clicando aqui!

...